domingo, 12 de novembro de 2017

Penedo: uma bela cidade histórica localizada na margem alagoana do rio São Francisco

No decorrer de todo o curso do famoso Rio São Francisco, diversas cidades nasceram e se desenvolveram. Algumas se destacaram mais e outras menos. E é na região chamada de Baixo São Francisco, na margem alagoana do rio, que está localizado um lugar que há séculos é um dos mais importantes dentre as cidades históricas da região Nordeste: a cidade de Penedo, Patrimônio Histórico Nacional.

Igreja de Nossa Senhora da Corrente e a Pousada Colonial em Penedo, Alagoas
Igreja de Nossa Senhora da Corrente e a Pousada Colonial, em Penedo (AL) - Por Tito Garcez em janeiro de 2014
(CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIÁ-LAS / CLICK ON IMAGES TO ENLARGE THEM)

Rio São Francisco e Penedo vistos a partir mirante de Neópolis, em Sergipe
Rio São Francisco e Penedo vistos do mirante de Neópolis, em Sergipe
Em relação ao seu surgimento as informações são desencontradas, mas acredita-se que o na época povoado só foi oficialmente fundado a partir de 1613. Em 1636, foi elevado à Vila de São Francisco e tempos depois passou a ser chamado de Penedo do Rio São Francisco. Só no ano de 1842 a vila foi finalmente elevada à categoria de cidade. Hoje, o município que possui aproximadamente 60 mil habitantes é um dos mais importantes da região em que está inserido, não apenas por sua história, mas também por sua importância econômica e cultural.

Paço Imperial e Rio São Francisco em Penedo, Alagoas
Paço Imperial e Rio São Francisco
O Rio São Francisco, carinhosamente chamado de Velho Chico, na região mais próxima à sua foz separa os estados de Alagoas e Sergipe, e é por isso que uma visita a Penedo pode partir  tanto de Maceió - capital de seu estado - que está a uma distância de 157 km via rodovia AL-101 (litoral), como de Aracaju - capital de Sergipe - que é a ainda mais próxima, afinal fica a uma distância aproximada de 120 km contanto que se transite obrigatoriamente pelas rodovias BR-101 e SE-335 e se faça a travessia de balsa - que custa R$25,00 (tarifa de 2017) por um veículo comum - em Neópolis. Pela curta distância entre as capitais e a cidade histórica, é perfeitamente possível fazer apenas um bate e volta, mas o aconselhável mesmo é pernoitar em um dos hoteis e pousadas e curtir o lugar sem muita pressa.

Igreja de São Gonçalo Garcia em Penedo, Alagoas
Igreja de São Gonçalo Garcia




Passeando pela cidade

Para quem opta por chegar via Sergipe atravessando o São Francisco em balsa, uma bela perspectiva pode ser vista desde a margem sergipana, em Neópolis. Na travessia, com a aproximação ao Centro de Penedo, é possível ver claramente a beleza de algumas de suas principais construções que ficam frente ao rio, com destaque para o Paço Imperial e para a igreja de Nossa Senhora das Correntes. Destaque-se, também, um grande e volumoso prédio para os padrões da cidade. É lá que funciona o hotel São Francisco, que parece ser o maior dentre as opções de hospedagem disponíveis.

Rio São Francisco, barco e parte do Centro Histórico de Penedo, em Alagoas
Rio São Francisco e parte do Centro Histórico de Penedo

Fachada da igreja de Nossa Senhora da Corrente em Penedo, Alagoas
Igreja de Nossa Senhora da Corrente



Chegando ao Centro, mais especificamente à orla fluvial da cidade, em caso de ser horário comercial, será possível notar a movimentação do comércio popular local. Por ali, além de restaurantes, são encontrados supermercados e lojas variadas. Seguindo para a esquerda, saindo do trecho mais comercial da orla, chega-se a um dos principais pontos de importância história da cidade: a praça 12 de Abril. Nela estão a Igreja de Nossa Senhora da Corrente, a Pousada Colonial, que funciona em um interessante casarão que fica à sua direita e, a poucos metros, está o Paço Imperial, uma das construções mais visíveis e famosas da cidade.

O rico interior da igreja de Nossa Senhora da Corrente em Penedo, Alagoas
O rico interior da igreja de Nossa Senhora da Corrente







A Igreja de Nossa Senhora da Corrente foi construída em 1729 e tem em seu interior um belo conjunto de decoração em azulejo português, piso de mosaico inglês e forro de linha ilusionista. Dentre as curiosidades do lugar está o fato de que ali eram escondidos escravos fugitivos em compartimentos secretos localizados atrás dos altares. À noite eles podiam transitar pela igreja, mas de dia tinham que se esconder dos malfeitores até que em determinada ocasião pudessem ser levados para navios que partiam do cais, para a tão sonhada liberdade longe dali.

Paço Imperial e calçamento da praça 12 de Abril, em Penedo, Alagoas
Paço Imperial e calçamento da praça 12 de Abril









O Paço Imperial foi o local escolhido para abrigar o imperador Dom Pedro II durante a sua expedição pela região em 1859. O mesmo permaneceu durante apenas dois dias em solo penedense antes de que o vapor Pirajara partisse rio acima. Atualmente, funcionam no sobrado do século XVIII o Museu do Paço Imperial e o Memorial Raimundo Marinho. Lá, é possível encontrar itens que remontam ao período imperial e contam inclusive sobre a passagem de Pedro II, bem como fatos sobre a história de um ex-prefeito da cidade. 

Paço Imperial, uma das principais construções de Penedo, em Alagoas
Paço Imperial, uma das principais construções de Penedo

Fachada do Theatro Sete de Setembro em Penedo, Alagoas
Theatro Sete de Setembro
Na rua que fica logo atrás, ou melhor dizendo, na chamada Avenida Floriano Peixoto, podem ser vistas outras importantes atrações, com destaque para o Theatro Sete de Setembro, o Mercado Público Municipal e a igreja de São Gonçalo Garcia. Assim como na avenida da orla, essa outra também concentra lojas, repartições públicas e até agências bancárias.

Theatro Sete de Setembro em Penedo, Alagoas
Interior doTheatro Sete de Setembro 
O Theatro Sete de Setembro, construído em estilo Neoclássico e com interior em formato de ferradura - característica da arquitetura italiana - foi inaugurado em 07 de setembro de 1884. Ele foi o primeiro teatro alagoano e continua sendo um importante centro de arte e cultura de toda a região. Logo ao lado do teatro está o Mercado Público Municipal que passou por uma reforma e foi reinaugurado no final de 2013. Nele, atualmente são encontradas algumas pequenas bancas de artesanato e outras que comercializam produtos variados.

Corredor da igreja de São Gonçalo Garcia em Penedo, Alagoas
Corredor da igreja de São Gonçalo


Bem próximo aos dois atrativos anteriores está a interessante igreja de São Gonçalo Garcia. Construída em 1758, possui uma fachada com ornatos em pedra calcária com motivos barrocos. Em suas torres, podem ser vistos detalhes que mais lembram construções góticas. Em seu interior, podem ser vistos altares em estilo Neoclássico confeccionados pela Escola Baiana e que possuem talhas como os que podem ser vistos em Salvador.

Rio São Francisco e uma das embarcações que liga Alagoas a Sergipe, em Penedo e Neópolis
Rio São Francisco e uma das embarcações que liga Alagoas a Sergipe


Finalizando a primeira parte do passeio pelo Centro de Penedo, uma ótima pedida é apreciar o pôr-do-Sol visto a partir da orla da cidade, em frente ao Velho Chico.

Altares da igreja de São Gonçalo Garcia em Penedo, Alagoas
Interior da igreja de São Gonçalo Garcia 
Mercado Público Municipal de Penedo, Alagoas
Mercado Público Municipal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço o contato! =)